TVOeste Esporte, Cultura e Notícias de Ouro Verde do Oeste
Futsal Olímpico em 2016
 
Futsal nas Olimpíadas Rio 2016

Para quem ainda não sabe, o Futsal fará parte das Olimpíadas de 2016. A decisão foi tomada ainda no ano passado, quando o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou o Rio de Janeiro (RJ) como sede das Olimpíadas de 2016. Esta é a primeira grande chance do futsal se tornar um esporte olímpico, por mais que seja em caráter exibição. No Pan-americano de 2007, no Rio de Janeiro, o futsal fez parte dos jogos, o que está descartado para 2011, no México, e também para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Agora surge a real chance dessa que é a segunda modalidade mais popular do Brasil e presente em mais de 178 países de todos os continentes. Vai valer a campanha da Federação Paulista de Futsal pela inclusão da modalidade nas Olimpíadas, com o slogan “Futsal! Um Sonho Olímpico”.

A Origem do Futsal

É com uma dúvida que se começa a explicar o nascimento do futsal, que surgiu com o nome de futebol de salão: Brasileiro ou uruguaio? Ele só ganhou o nome de futsal, quando passou para a tutela da Fifa, em 1989. Alguns contam que o futsal apareceu na década de 30 na ACM (Associação Cristã de Moços) de Montevidéu e que seu criador teria sido o professor Juan Carlos Ceriani Gravier, falecido no ano de 1996. Outra corrente afirma que a modalidade surgiu foi na ACM de São Paulo, praticada por alguns jovens em quadras de basquete. O certo é que o futsal foi regulamentado e começou a ser praticado realmente no Brasil. Em São Paulo surgiu a primeira entidade da modalidade da qual se tem notícia até hoje, a Liga de Futebol de Salão da ACM, criada pelo paulista Habid Maphuz, em 1952. Dois anos depois foi fundada a primeira federação deste esporte no mundo, a Federação Metropolitana de Futebol de Salão, atualmente com o nome de Federação de Futebol de Salão do Estado do Rio de Janeiro (FFSRJ). Já a Federação Uruguaia só surgiu em 1965. A criação e regulamentação das regras é outra prova que faz diminuir as dúvidas quanto a nacionalidade brasileira do futsal. O primeiro livro de regras foi lançado em 1956 pelo paulista Luiz Gonzaga de Oliveira Fernandes, posteriormente adotado pela entidade que comandava o futsal mundial na época, a Fifusa (Federação Internacional de Futebol de Salão), com algumas modificações. Mas não foram somente os paulistas que contribuíram para a expansão e desenvolvimento do futsal. Na mesma época jovens cariocas praticavam o futsal na quadra do América Futebol Clube. Assim surgia a primeira rivalidade no futsal brasileiro: paulistas x cariocas, que acabou contribuindo favoravelmente ao desenvolvimento do esporte no país. Depois, a expansão da modalidade tornou-se inevitável pelas quadras de outros estados brasileiros e consequentemente proporcionando o surgimento de outras potências no Brasil, como por exemplo o Rio Grande do Sul e o Ceará – Estado no qual fica a sede da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS). Depois desta primeira fase de estruturação, surgiu a Fifusa que dominou o futsal mundial até 1989, época em que a Fifa começou a regulamentar o futsal. Conseguindo ter aprovada a maioria de suas regras na nova regulamentação da entidade máxima do futebol, o Brasil se desligou da Fifusa e desde 1989 está filiado à Fifa.