F I F A  - Apoio total para o crescimento do futebol feminino no planeta
 
FUTEBOL FEMININO
Missão e objetivos

Missão: A FIFA promove o desenvolvimento do futebol feminino e se compromete a prestar apoio financeiro ao esporte, dando a jogadoras, treinadoras, árbitras e assistentes a oportunidade de participarem mais ativamente do futebol. A FIFA contribui para a popularização do esporte através de campanhas que informam e conscientizam o público e ajuda a derrubar barreiras sociais e culturais a fim de melhorar a posição das mulheres na sociedade.

Objetivos:

  • Promover e desenvolver o futebol feminino adulto e juvenil nas federações afiliadas à FIFA;

  • Aperfeiçoar a infraestrutura do futebol feminino nas confederações e federações afiliadas;

  • Aumentar a proporção de mulheres e meninas nas divisões de base, nas escolas e nas equipes de nível amador e profissional;

  • Melhorar constantemente a qualidade, a organização e a expansão das competições femininas da FIFA;

  • Criar condições para que mais mulheres ocupem cargos técnicos e executivos no mundo do futebol, em áreas variadas como arbitragem, treinamento, medicina, mídia e gestão;

  • Organizar cursos de formação e aperfeiçoamento para jogadoras, treinadoras, árbitras, médicas e oficiais;

  • Estabelecer e publicar um calendário coordenado para os jogos das seleções femininas;

  • Analisar e monitorar o desenvolvimento técnico do futebol feminino;

  • Organizar simpósios e conferências sobre futebol feminino.

F I F A   "Kit de ferramentas do futebol feminino".

A FIFA espera que a nova publicação seja útil para federações, gestores, atletas e treinadores. O kit ajudará as pessoas que trabalham diariamente com o futebol a se munirem das ferramentas e conhecimentos práticos de que necessitam para atingir os resultados almejados.

A FIFA promove o desenvolvimento do futebol para meninas e mulheres e está engajada na criação de oportunidades para que jogadoras, treinadoras, árbitras e assistentes participem mais ativamente do esporte. Para isso, a FIFA implementa constantemente novas iniciativas e programas destinados ao desenvolvimento do futebol feminino e que podem ser adaptados às necessidades específicas de todas as federações afiliadas à entidade. O futebol feminino crescerá de maneira significativa nos próximos anos. No intuito de melhor atender à grande demanda por informações e conhecimentos sobre o esporte e de fornecer às federações os instrumentos de que necessitam para promovê-lo, a FIFA editou uma publicação intitulada "Kit de ferramentas do futebol feminino". O documento traz informações sobre os seguintes temas:
- Boas práticas, estudos de caso e principais achados de pesquisas realizadas no mundo todo;
- Embaixadoras da FIFA para o futebol feminino;
- Saúde e boa forma da jogadora de futebol;
- Situação atual do futebol feminino nas 208 federações afiliadas à FIFA.

 

 

Decisão se aproxima na Europa
(FIFA.com) Terça-feira 17 de janeiro de 2012

Depois de uma curta pausa de fim de ano, o FIFA.com retoma os seus artigos semanais sobre o futebol feminino de clubes. Nesta semana, os holofotes são colocados sobre Europa e Austrália. Na França, o Lyon retomou a liderança e empurrou o Juvisy para a segunda colocação. Na Espanha, as garotas do Barcelona estão dominando o campeonato e na Austrália já estão definidos os confrontos da fase de mata-mata.

 

França: Lyon assume a liderança
A bola voltou a rolar no futebol feminino francês no dia 7 de janeiro e, nesse meio-tempo, o Lyon já assumiu a ponta da tabela. Desde a sétima rodada, a equipe comandada pelo técnico Patrice Lair não conseguia deixar a segunda colocação, atrás do Juvisy. Mas isso mudou no domingo, quando o Lyon derrotou o Saint-Étienne por 3 a 0 e contou com o tropeço do ex-líder, que apenas empatou sem gols com o Montpellier. Agora o Lyon está isolado na liderança com um ponto de vantagem em relação ao Juvisy, que é o vice-líder. O Paris Saint-Germain também subiu na tabela. A equipe do técnico Camillo Vaz venceu o Soyaux por 2 a 0 e ultrapassou o Montpellier, alcançando a terceira colocação.

Espanha: Ninguém segura o Barcelona
Na liga espanhola, as garotas do Barcelona estão seguindo com perfeição os passos da equipe masculina. A equipe comandada pelo técnico Xavi Llorens Rodríguez está dominando o futebol feminino ibérico e permanece invicta desde o início do campeonato. Em 17 partidas, o clube catalão conquistou 16 vitórias e empatou apenas uma vez. O desempenho é impressionante e a situação está continuando assim também em 2012. O líder já conquistou duas vitórias no novo ano, contra o Reocín Racing por 6 a 0 e, uma semana mais tarde, contra o Sporting de Huelva por 3 a 0.

Na luta pelo título, entretanto, a concorrência do Atlético de Bilbao está forte. Com 15 vitórias, um empate e uma derrota, o clube basco ocupa a segunda colocação e continua no encalço do Barça. A equipe derrotou o Prainsa Zaragoza por 2 a 1 e goleou o Llanos Olivenza por 6 a 0 nas últimas semanas. Somente no jogo contra o Olivenza, Erika Vázquez Morales marcou quatro gols. No total, ela já balançou as redes 13 vezes na temporada, desempenhando um papel fundamental para o sucesso do seu time.  Enquanto isso, o Espanyol continua se esforçando para não perder contato com os dois primeiros. Nas últimas duas partidas, a equipe do técnico Luis Carrión Delgado marcou nove gols, deixando claro que merece ser levada a sério. O clube de Barcelona derrotou o Málaga por 5 a 0 e bateu o Prainsa Zaragoza por 4 a 0.

Os três primeiros: Barcelona (49), Atlético de Bilbao (46), Espanyol (42)

Austrália: Definidas as semifinais
O Canberra United está com sérias expectativas de conquistar o seu primeiro título nacional na Austrália. Graças a uma goleada por 5 a 0 contra o Adelaide United, o clube da capital segue invicto e terminou a fase de pontos corridos na primeira colocação da tabela, mostrando um desempenho impressionante para chegar à fase de mata-mata. Nas semifinais, o Canberra enfrentará o Melbourne United. Com uma vitória por 4 a 1 contra o Adelaide, o Melbourne garantiu a quarta colocação e a última vaga nos playoffs. Katrina Gorry, Ashley Brown, Caitlin Friend e Kendall Fletcher marcaram os gols da equipe na partida.

O atual campeão Brisbane Roar comemorou duas vitórias nas duas últimas rodadas e terminou a fase de pontos corridos na vice-liderança. A equipe do treinador Jeff Hopkins derrotou o Newcastle United Jets por 3 a 1 e o Sydney por 1 a 0. Nos playoffs, o atual campeão fará mais um duelo com o Sydney. Os dois clubes se enfrentam desta vez em busca de uma vaga na final.

Semifinais:
Canberra United x Melbourne Victory, 21 de janeiro de 2012 (McKellar Park, Canberra)
Brisbane Roar x Sydney, 22 de janeiro de 2012 (Queensland Sport and Athletic Centre, Brisbane)

Itália: Disputa acirrada pela liderança
Engana-se quem pensa que na Terra da Bota o futebol é esporte apenas para homens. Há dez rodadas que as garotas praticantes do esporte mais popular do planeta na Itália estão brigando pela liderança e contra o rebaixamento. Com 25 pontos, duas equipes estão empatadas na primeira colocação: Bardolino e Sassari Torres. Graças a uma vitória por 2 a 0 contra o Milan, o Sassari encostou no líder, que teve um deslize e apenas empatou em 1 a 1 com o Venezia. Os dois clubes obtiveram oito vitórias até o momento, além de uma vitória e um empate. Quem ainda permanece sem vencer é a Roma. O clube da capital conseguiu apenas três pontos até aqui e tem um saldo negativo de 16 gols, o que deixa a equipe da treinadora Selena Mazzantini na última colocação do Campeonato Italiano.

 
ALEMANHA - HOLANDA - AUSTRÁLIA - MÉXICO

Holanda: Alegria natalina para desafiantes   Na última rodada antes do recesso de fim de ano, Utrecht e Telstar conquistaram pontos importantes e se aproximaram um pouco mais dos primeiros colocados ADO Den Haag e Twente, que não entraram em campo no fim de semana. O Utrecht fez 4 a 1 na visita ao Venlo com dois gols de Babiche Roof, mas continua a nove pontos da liderança. Já o Telstar não teve a mesma facilidade contra o Heerenveen, mas garantiu o 2 a 1 com a atacante Priscilla de Vos. Em grande fase, a jogadora balançou a rede duas vezes e chegou a nove tentos em oito jogos, encabeçando a lista de artilheiras da competição.

Não é comum que um time repleto de estrelas como o Frankfurt passe um mês inteiro sem vencer, mas a incrível sequência negativa da equipe alemã, uma das mais importantes da Europa, finalmente foi interrompida em tempo para o Natal. Na Austrália, o líder Canberra United também garantiu um fim de ano feliz para o seu torcedor, enquanto na outra ponta da tabela a alegria aconteceu por um motivo diferente. No último boletim sobre as atividades dos clubes de futebol feminino deste ano, o FIFA.com traz ainda as últimas notícias da Holanda e do México, onde a definição do campeonato se aproxima a passos largos.

Alemanha: Campeãs mostram classe
O Frankfurt vai passar um Natal tranquilo, depois de encerrar a impressionante série de quatro jogos sem vitória no campeonato nacional. No entanto, o time tricampeão europeu precisou de dois gols no finalzinho para bater o Essen-Schonebeck, que ocupa posição intermediária na tabela. Kerstin Garefrekes, Dzsenifer Marozsan e Svenja Huth foram as autoras dos gols do Frankfurt. Os líderes Turbine Potsdam e Duisburg curtiram folga no fim de semana e viram o Frankfurt encurtar a distância, embora com um jogo a mais. Já o Bayern de Munique garantiu o resultado mais expressivo da rodada ao superar o Bayer Leverkusen por 3 a 1 fora de casa. A jogadora da seleção suíça Vanessa Burki marcou dois gols na partida.

Austrália: Festa de ponta a ponta
O Canberra United se aproximou ainda mais de um possível primeiro título ao vencer por 2 a 1 no campo do Newcastle Jets. O clube da capital agora está a apenas dois jogos de encerrar a temporada regular de maneira invicta. O campeão Brisbane Roar ficou a cinco pontos do líder depois de empatar em 1 a 1 com o Melbourne Victory, enquanto o Sydney FC, que não jogou no fim de semana, aparece a duas vitórias da ponta, embora tenha uma partida por disputar. O grande assunto da rodada foi o Adelaide United, que finalmente quebrou um jejum de 34 jogos sem vitória nos últimos três anos. Um gol solitário de Katherine Ebbs bastou para que as Lady Reds derrotassem o Perth Glory debaixo de muita chuva e, de quebra, ultrapassassem o adversário na lanterna.

México: "Restam quatro"   O Apertura está chegando ao fim no México. Solas, Tlaquepaque, Morelia e o campeão Real Celeste avançaram às semifinais. Mas o Celeste passou sufoco, fazendo apenas 3 a 2 na soma dos placares contra o UASLP antes de marcar encontro com o Solas. Já o Universidad de Colima foi eliminado pelo Solas, mas a sua atacante Diana Laura Evangelista provavelmente será a artilheira do torneio. A jogadora chegou a 26 gols no fim de semana e abriu 14 em relação à concorrente mais próxima.

CAMPEONATO ALEMÃO - SUIÇO - FRANCÊS - AUSTRALIANO

Nesta edição da análise semanal do FIFA.com sobre o futebol feminino de clubes em todo o planeta, os holofotes recaem sobre três países europeus e a Austrália. O Turbine Potsdam se recuperou em grande estilo depois de ter sido eliminado da Copa da Alemanha, enquanto o Zurique vem causando sensação na Suíça. Na Austrália, o Sydney perdeu a chance de ser líder. Confira os destaques da última semana.

Campeonato Alemão: Goleada e título simbólico de outono
Depois da dura derrota para o Frankfurt por 5 a 1 nas quartas de final da Copa da Alemanha, o Turbine Potsdam mostrou uma extraordinária capacidade de recuperação. A equipe comandada pelo técnico Bernd Schröder encerrou o primeiro turno da Bundesliga Feminina como líder, goleando o Lok Leipzig por 7 a 0. Além disso, aumentou para quatro pontos sua vantagem em relação ao Duisburgo, segundo colocado. Anja Mittag e Yuki Nagasato marcaram dois gols cada e Genoveva Anonman, Antonia Göransson e Kristin Demann completaram o placar.

Já o encontro entre Duisburgo e Frankfurt, outros dois candidatos ao título, terminou empatado em 1 a 1. Com isso, ambos deixaram o Potsdam se distanciar. O Wolfsburgo terminou o primeiro turno na terceira colocação ao derrotar o Essen-Schönbeck por 2 a 0, com gols de Martina Müller. O Bayer Leverkusen, por sua vez, sofreu a décima derrota em 11 jogos e está na lanterna, com apenas três pontos. Desta vez, o Bayer perdeu por 3 a 0 do Bad Neuenahr, cujos gols foram de Célia Okoyino da Mbabi, jogadora da seleção alemã.

Campeonato Suíço: Zurique lidera antes da pausa de inverno
Na Suíça, o Zurique conseguiu impor sua supremacia no primeiro turno. Na última rodada, o clube derrotou o Basel por 4 a 0 e abriu sete pontos de vantagem em relação ao segundo colocado, o Kriens. A atacante alemã Inka Grings marcou dois gols na partida, enquanto Manuela Zürcher e Barbara Beutler completaram o placar. Já o Kriens foi derrotado por 1 a 0 pelo St. Gallen.

No encontro dos lanternas, o Schwyz venceu o Schlieren por 4 a 0 e deixou a última colocação para o adversário. Já o Young Boys Frauen goleou o Grasshoppers por 6 a 0 no fim de semana. O segundo turno do torneio começará no dia 18 de fevereiro.

Campeonato Francês: Tudo igual no topo da tabela
Nada mudou na liderança da Division 1 Féminine. Os três primeiros colocados — Juvisy, Lyon e Montpellier — venceram seus respectivos jogos. O Juvisy passou pelo Vendenheim por 3 a 1 e continua isolado na primeira colocação. O Lyon, por sua vez, goleou o Hénin-Beaumont por 6 a 1. Eugénie Le Sommer, Wendie Renard e Lara Dickenmann marcaram dois gols cada para o atual campeão da Liga dos Campeões da Europa de Futebol Feminino.

O Montpellier venceu o Yzeure em casa por 4 a 0 e segue na cola dos líderes. Na parte de baixo da tabela, o Soyaux venceu o Muretaine por 2 a 1 e deixou a lanterna para o adversário. As próximas partidas da competição serão disputadas no dia 8 de janeiro, quando será o esperado encontro entre Lyon e Montpellier.

Campeonato Australiano: Canberra continua líder
Na Austrália, a partida entre Canberra United e Sydney, os dois primeiros colocados, terminou em um empate sem gols. Pela segunda vez consecutiva na temporada, o Canberra deixou de vencer.

Quem se beneficiou do resultado foi o Brisbane Roar, que derrotou o Adelaide United por 2 a 0 e igualou o Sydney em número de pontos. No entanto, com 22 gols marcados e apenas cinco sofridos, o Sydney tem um saldo bem superior ao do Brisbane (15 a 9). A quarta colocação é do Melbourne Victory, que derrotou o Perth Glory por 4 a 0.

Contagem regressiva para Londres 2012

(FIFA.com) Quinta-feira 12 de janeiro de 2012

Na última segunda-feira, a Grã-Bretanha comemorou o marco dos 200 dias para a abertura de Londres 2012, a 30ª edição dos Jogos Olímpicos. Curiosamente, porém, o torneio de futebol feminino começará dois dias antes da cerimônia inaugural — que acontecerá na quarta-feira, dia 25 de julho —, enquanto o início da competição masculina será 24 horas depois. O FIFA.com dá uma olhada no que esperar dos seis meses e meio que antecederão ambos os campeonatos, que contarão com 28 seleções disputando duas medalhas de ouro.

No que diz respeito à programação das eliminatórias, a principal data para marcar na agenda neste mês de janeiro é o dia 19, daqui a exatamente uma semana, quando começará o torneio classificatório feminino da CONCACAF. Os dois favoritos da região, Canadá e Estados Unidos, caíram em grupos diferentes e, assim, esperam não encontrar muitos obstáculos para chegar até a final. No entanto, Costa Rica e México tentarão complicar para as duas potências norte-americanas.

Março será o mês mais movimentado das eliminatórias masculinas, quando terminarão as competições preliminares da AFC, da CONCACAF e da OFC. A relação completa dos classificados, porém, não será conhecida antes do dia 23 de abril, quando o melhor país a não ter conseguido a vaga na Ásia enfrentará Senegal no Estádio Cidade de Coventry, na Inglaterra. No dia seguinte, uma terça-feira, o sorteio final será realizado no Estádio de Wembley, em Londres.

As seleções masculina e feminina da Grã-Bretanha já conhecem seus compromissos. Elas ocuparão a vaga A1 no sorteio que decidirá o calendário de jogos. O conjunto dos homens, treinando pelo atual técnico do Sub-21 da Inglaterra, Stuart Pearce, dará início a sua campanha em Londres 2012 no Estádio Old Trafford, no dia 26 de julho. Três dias depois, a equipe viajará à capital inglesa para jogar em Wembley e encerrará seus compromissos da primeira fase no dia 1º de agosto, no Estádio Millennium, de Cardiff.

Por sua vez, as britânicas, treinadas por Hope Powell, começarão sua participação no dia 25 de julho no Millennium e voltarão a pisar no gramado do estádio três dias depois. Seu último compromisso está marcado para o dia 31 de julho, em Wembley.

O calendário de jogos de ambas as competições será muito intenso, já que até oito encontros acontecerão em cada rodada. Além disso, haverá quatro partidas simultâneas na quarta-feira, dia 1º de agosto — todas começando às 17h locais.

Cada selecionado poderá levar aos torneios um máximo de 18 atletas, sendo que os conjuntos masculinos precisam ter 15 jogadores nascidos no dia 1º de janeiro de 1989 ou depois disso, enquanto os outros três integrantes da equipe podem superar este limite. Não há idade máxima para as seleções femininas.

Aos 36 anos, o ex-capitão inglês David Beckham se disse ansioso por poder representar o conjunto britânico nas Olimpíadas. O técnico Pearce, porém, já repetiu várias vezes que só levará jogadores "em boa fase e em forma" e se recusou até o momento a definir se Beckham fará parte da lista final ou não. "Não o vi jogando ultimamente e ele é um pouco velho para o sub-21", afirmou. "Tive a sorte de jogar a Euro 1996 e sei o quanto é especial jogar em casa por seu país e em uma competição importante. Tenho certeza de que estes jogadores ficarão muito felizes de participar de um torneio enorme e único em seu próprio país, competindo juntos e representando a Grã-Bretanha."

Hope Powell está no comando da seleção feminina inglesa há 13 anos e já disputou quatro grandes competições, incluindo a Euro 2005, em casa. "O público nos estádios durante o torneio continental há sete anos foi uma mostra da evolução do futebol feminino neste país", relembrou a treinadora. "Aquilo serviu como um trampolim para o que veio a seguir. Estou muito feliz de ter condições de levar uma equipe a um torneio tão importante como este. Queria que ele começasse amanhã mesmo."

Powell não parece ser a única a ter esse desejo. A expectativa para ambos os torneios, que serão disputados em alguns dos estádios mais emblemáticos da Grã-Bretanha, está aumentando. Além de Wembley, do Millennium e do Old Trafford, o St. James' Park, em Newcastle, o Cidade de Coventry e o Hampden Park, de Glasgow, também receberão alguns dos 32 jogos das duas competições.

NOTÍCIAS - FUTEBOL FEMININO - TVOESTE.NET